10 tradições de Natal pelo mundo

1. Itália

Na Itália, quem distribui presentes para as crianças no Natal é a Befana, uma velhinha que anda montada numa vassoura carregando um saco com caramelos, chocolates e brinquedos. A personagem tem origem pagã, mas a tradição popular conta que os Reis Magos a caminho de Belém pararam para pedir informações para uma velha. Ela recebeu os visitantes em sua casa e foi convidada a acompanhá-los na visita ao menino Jesus, mas recusou. Mais tarde, arrependida, ela tentou reencontrá-los, mas não conseguiu. Desde então, para em todas as casas pelo caminho e distribui doces às crianças, na esperança de que uma delas seja o Menino Jesus.

bigstock-Befana-or-Epiphany-77272469.jpg

2. Portugal

Em Portugal, nas festas natalinas é tradição comer o Bolo-rei: um bolo em forma de coroa, coberto e recheado com passas, castanhas, e frutas secas e cristalizadas. Tradicionalmente também é colocada uma fava seca e um brinde na massa: quem receber o pedaço com a fava terá de pagar o bolo do próximo ano e quem achar o brinde terá muita sorte. Em 1910, quando foi proclamada a república em Portugal, o bolo chegou a receber outros nomes, até mesmo de bolo-presidente, mas com o tempo ele voltou a ser chamado pelo nome original (aprenda a fazer aqui. Não gosta de frutas cristalizadas? Experimente o Bolo Rainha).

maxresdefault.jpg

 

 3. Islândia

Na Islândia, 13 duendes visitam as crianças nos 13 dias que antecedem o Natal para brincar e fazer traquinagens. Nessas noites, as crianças colocam seus sapatos nas janelas e os duendes deixam presentes para as que se comportaram bem e batatas podres para as que se comportaram mal. Além de levar presentes, os duendes gostam de aprontar travessuras nas casas que visitam e seus nomes – “o “espiador de janelas”, o “ladrão de salsichas” e o “lambedor de colheres”, entre outros – já mostram o tipo de coisa que eles fazem.

22.12.2012_a046b9bfad57e10548f7ccf6af5dbe6722.12.2012_4a908bb362b6758720cd19055fa8b78d

O Espiador de Janelas e o Batedor de portas

4. Filipinas

Em San Fernando, a “capital do Natal nas Filipinas” acontece o Festival das Lanternas Gigantes, uma competição entre vilarejos para ver quem cria as lanternas mais elaboradas. Hoje, algumas lanternas chegam a medir mais de seis metros, formando desenhos num caleidoscópio de luz.

7e0e3ee00967d44337e32b83daa0706ffilipinas.jpg

5. Alemanha

Em pleno inverno, não faltam bebidas fortes no Natal alemão. As mais tradicionais são o Glühwein, parecido com o nosso vinho quente (aprenda a fazer), e o Jägertee, o Chá dos caçadores, uma bebida quente e de alto teor alcoólico, feita a partir da mistura de diversas ervas. Já a estrela da ceia é o ganso, mas ainda há espaço para o pato ou para o salsichão.

Punsch.jpg

6. Áustria

Na Áustria, na região dos Alpes, o Natal é a época dos Krampus, criaturas de aparência demoníaca, com chifres e pele de ovelha pelo corpo. Enquanto São Nicolau presenteia as crianças boas, os Kraus assustam as más com chicotes e correntes. Nos anos 1930, a tradição chegou a ser proibida no país, mas ressurgiu no final do século e perdura até hoje, com desfiles onde pessoas fantasiadas assustam os espectadores (leia mais).

merry-krampus.jpg

7. Rússia

Sabia que na Rússia o Natal é comemorado dia 7 de janeiro? A Igreja Ortodoxa Russa festeja o Natal de acordo com o calendário juliano, “atrasado” em 13 dias em relação ao nosso calendário, o gregoriano, por isso essa diferença. E o Papai Noel russo se chama Ded Moroz, ou Vovô do Frio, que visita as crianças acompanhado de sua neta, a nevezinha.

1932._Билибин._Морозко.jpg

8. Austrália

Saem os bonecos de neve e entram os bonecos de areia. E que tal um Papai Noel surfista? Na Austrália, assim como no Brasil, o Natal acontece em pleno verão, por isso a tradição lá é comemorar a data na praia, com muitos peixes e frutos do mar.

Depositphotos_22462511_m-2015.jpg

9. Colômbia

O Día de las Velitas (dia das velinhas) marca o início das festas natalinas no país. A tradição começou com velas e lanternas deixadas nas janelas e varandas das casas em homenagem a imaculada concepção de Maria. Hoje decorações muito elaboradas iluminam cidades inteiras.

1200px-Alumbrados_del_Rio-2007-Medellin.jpg

10. Japão

No Japão, de tradição budista, o Natal não é uma data muito importante e muitas vezes acaba sendo entendido como uma antecipação do dia dos namorados. Nos últimos anos, porém, surgiu uma ‘tradição’ diferente: comer frango frito de uma grande rede de fast-food americana neste dia. A procura é tanta, que é preciso reservar com antecedência!

22ec72ca3eab2b2ec5bc5dd5c0ae83d7.jpg

***

E você, como comemora o Natal? Tem muitas histórias dessa época? Quais as tradições da sua família? Sabe de onde elas vêm? Já pensou em registrá-las para as próximas gerações? Se precisar de nossa ajuda, é só entrar em contato!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s