Memórias de infância

“A brincadeira favorita era pular amarelinha com os primos. Em vez de pedras, jogavam ameixas para marcar as casas – as árvores ficavam tão carregadas no verão que ninguém aguentava comer tudo aquilo. Quando cansavam, iam até o riacho molhar os pés e as mãos, e logo voltavam a brincar. Agora o desafio era pular de um lado para o outro do pequeno córrego sem escorregar. Ao cair da tarde, era hora de voltar para casa e a fumaça das chaminés já avisava que por trás das silenciosas casas de pedra havia panelas ao fogo. Em frente à lareira, a mãe e as tias aproveitavam para terminar a costura enquanto a vó contava histórias de seu tempo de moça bonita até a hora do sono chegar.”

A novidade de quem vê o mundo pela primeira vez, as descobertas, as brincadeiras, o tempo que passava mais devagar e as lembranças daqueles que nem sempre puderam nos acompanhar em outras fases da vida fazem da infância um momento muito importante. Ainda que a memória falhe algumas vezes, as pequenas histórias e os momentos marcantes nos ajudam a entender de onde viemos e quem somos hoje.


***

Em busca de mais inspirações? Leia também:

Transformamos sua história em livro Transformamos sua história em livro
As histórias de seus pais e avós As histórias de seus pais e avós
Receitas e tradições de família Receitas e tradições de família
A trajetória da sua empresa A trajetória da sua empresa
Grandes pequenos momentos Grandes pequenos momentos
Anúncios